quarta-feira, setembro 23, 2009

Cheguei....!
Tantos abraços para retribuir! :)
Até já...!




Traz-se pela mão, a mala de viagem.

Sobe-se as escadas, introduz-se uma chave e entra-se.

A casa, sossegada e a meia luz, saúda-nos ou somos nós que a saudamos, porque é a nossa casa, o nosso sitio, onde guardamos os objectos que falam de nós, mais do que alguma vez, falamos deles aos outros.

Demora-se 5 minutos a organizar as roupas.

Em 2 minutos, arrumamos as havaianas e o outro par de ténis.

E de repente, vem-nos à lembrança, as dezenas de vezes que chegámos de férias e demorámos pelo menos três dias a ver tudo de novo organizado. A bagunça das míudas. Os korn no quarto delas a quebrar o jejum de três semanas. A areia a escorregar dos bolsos dos calções para o chão da cozinha. Uma que grita, mãe preciso das calças de ganga azuis clarinhas para amanhã. Ela, sózinha na cozinha, divide por cores as roupas. O cão vem por trás e rouba-lhe uma meia. No lava louça os bifes do jantar começam a descongelar.

Não há volta a dar: as miúdas cresceram e foram fazer bagunça para outra freguesia.

A ela, como a qualquer cegonha que ensinou a voar, resta-lhe agora um ninho, arrumadinho.

Mas, ainda se sente espantada, quando abre a porta e demora apenas 15 minutos, a arrumar uma semana de vida...

50 comentários:

Arabica disse...

Obrigada pelas vossas palavras e visitas!

E, claro, desta vez não fui derrubada. Pois... conforme a minha avó dizia, o diabo não pode estar sempre atrás da porta! :)

Beijos, xi corações e abracinhos!

Maria disse...

Que foto mais bonita!
Só consigo ver cegonhas em postes de alta tensão... :)))

Abraço
e até já

observatory disse...

quantas novidades....:)

Arabica disse...

Maria,

basta ires até Silves :))

Arabica disse...

César,

não consigo comentar lá!! :(

MagyMay disse...

Regressada!!!!
Palminhas...olaré palminhas!!!!

(Pois...estou lerda... não "sai" daqui nadinha de jeito...)

Abraço..abraço...abraço

Justine disse...

Vens requintadíssima (não quero dizer que o não fosses antes das férias)!! Mas esta foto, e esta música, ah esta música...vou ficar o dia inteiro a ouvir a Billy (e a recordar aquele olhar febril e insolente do Humphrey)

variações disse...

Bom retorno.

Bjao

~pi disse...

tem-OvO?

espreitaste!!? jajajajaja :)





beijo





~

~pi disse...

OvO não, OvOs!!

[ são sempre dois,

por acaso por maus motivos,

embora ´naturais`,,,







~

Val Du disse...

Você voltou! Que bom. :)

Que foto linda.

Beijos.

mateo disse...

Beijo dum regressado.

Arabica disse...

MagyMay

já te tinha dito que curto mesmo este teu nick?
Obrigada pelas palminhas :))

Sai quando tiver que sair, ora essa.

E o que tem saído tem-nos feito sorrir. Sorrir é bom, desta forma informal, natural, descomprimida...

:) não é?

Arabica disse...

Justine,

requintadissima ;)
Com vontade de escrever pela chaminé abaixo...
Será da música?
Ou do tijolo de burro enegrecido?
:)

Arabica disse...

Obrigada Jamal :))

Arabica disse...

~pi

tem ovo.
Dois.

:)

ai que eu vou escrever mesmo pela chaminé abaixo...............

:)

Arabica disse...

Lita,

bom ver-te aqui:)

Arabica disse...

Mateo,

já tinha notado ausência.
Somos assim: partimos, regressamos, ficamos a meio gás e voltamos a partir.
O importante é mesmo viver :)

in_side disse...

são belas: grandes asas-girassol.

nasci num lugar isolado...

elas vinham, batiam o bico e

sobre voavam

sobre-voavam

e entravam, devagar-entravam,



[ trouxe-o, :)




*

heretico disse...

bem regressada. então...

será que em cegonha traz surpresa no bico?. lol

beijo

Duarte disse...

O ciclo cumpre-se!
É um ir e vir, assim é a vida!
Que sejas feliz no reencontro, que é o que realmente importa.
Os ninhos, imensos, vão ficar vazios, mas elas voltarão. Bom, por alguns sitos de Castela ficaram para sempre, e andam pelos campos e quintais, adornos da natureza com encanto.

Beijinhos e abraços

legivel disse...

... é por tal, que há por aí um imenso número de freguesias do interior com tanta gente jovem a deixar cair areia dos bolsos dos calções e a pôr presidentes de juntas com as mãos na cabeça a imaginar onde vão desencantar água que chegue para fazer de Portugal uma enorme praia para os séniores passarem os seus tempos livres longe da maluqueira das cidades...

legivel disse...

... "xi-coração?! é algum resultado de exame cardiológico??

Jovail martins disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Arabica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arabica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arabica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arabica disse...

in_side

fizeste bem em vir com ele,

quais cegonhas

que vão entrando...

:) beijos

Arabica disse...

Herético

será?? :)

obrigada.

Arabica disse...

Duarte,

poesia pura cada ninho de cegonha descoberto pelo nosso olhar!

A uns trará lembranças de terras longínquas, a outros faces rosadas de bébés que acalentaram nos braços, mas julgo que a todos nós a sua visão é inspiradora!

Abraço :))

Arabica disse...

Ai Albertamente Legível

que o que falta a uns sobeja a outros!! :)

Areias e tempos, que, sem saberem o que a tanta fartura fazer, acabam por desperdiçar em castelos de areia sem torres ou ameias :))

O xi coração é um exercício cardiológico, pois não sabias? :))

Muito recomendado.
Dizem que para lá de fazer o sangue correr mais ligeiro nas veias, também faz sorrir :))

Beijinhos para ti :)

Arabica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Justine disse...

Quando vim aqui ontem não havia texto...só foto e música!O meu computador por vezes tem manias.
E o teu texto está excelente, a falar assim baixinho das saudades que nós temos dos nossos filhos pequeninos...sniff!

Sandra disse...

Sozinha ou acompanhada, é sempre bom regressar a casa, ao nosso ninho que nos acolhe.
Gostei do blog. Fica o convite para uma visita ao meu:
http://sandrablogwithaview.blogspot.com/
Obrigada

maré disse...

tenho assim uma chaminé à porta

e muitas, muitas cegonhas


.
mais um texto interessante arabica

beijos

Alien8 disse...

Arabica,

Tudo tem as suas vantagens... mas, mas, mas... pois!

Acaba lá de fazer os bifes, agora que tens tempo, que eu estou cá com uma fome... :)

Um abraço de regresso.

triliti star disse...

Arábica,

aqui deixo uma confissão (que mais ninguém me ouve): minha mãe nasceu em Silves e eu nunca lá fui.

há anos que digo hei-de ir, hei-de ir. mas...

Arabica disse...

Justine,

acho que as palavras me andam debaixo da língua, mais soltas que o habitual...vêm impetuosas, as marotas :)) e não querem ficar escondidas dentro das imagens...

deixá-las sair :)

Beijos

Arabica disse...

Sandra,

sim, a volta ao nosso ninho traz-nos sempre o bem estar próprio do sitio que reconhecemos como nosso.
Um dos nossos cantos.
:)

Beijos

Arabica disse...

Alien,

já tinha tantas saudades tuas e das tuas fomes fora de horas! :)
E também já tenho saudades das patuscadas que fazíamos em tua casa, com a Lizzie a dançar flamenco com a Lola e comigo :))
Os pratos que partimos!!
E copos!! :))

Beijos de café da manhã, digeridos que estão os bifes :)

Arabica disse...

Maré,

agora que me dizes possuir esta visão da tua porta :) percebo a fonte de inspiração da tua serenissima poesia :)

Um beijo, obrigada por vires.

Arabica disse...

Não digas, vai apenas, Trili.
Vale pela viagem, pelas cegonhas, pelos montes circundantes a lembrar outras paragens, pelas janelas, pelo castelo, pelas buganvilias, pelas abóboras estranhas à venda no mercado, pelas pedras da calçada, pelas ruelas e pelo rio, adormecido.

:)

Gostei muito de lá ter voltado tantos anos depois.

Arabica disse...

Ah! e ainda, não tinha moderação, não.
Mas servir as minhas pequenas doses de arábica com pózinhos de veneno puro, não faz parte da ementa da casa.
Talvez acabem por definhar no seu próprio veneno, é a minha esperança. :)

Arabica disse...

E com tudo isto até me esqueci: um beijo, para ti também. :)

AnaMar (pseudónimo) disse...

Belo regresso!
E a vida a palpitar em letras de encantar. Palavras compostas, dispostas, ordenads numa escrita que (me) (en)canta.

E saio a sorrir.

maré disse...

apeteceu-me passar por aqui.

sabes como sou uma fã incondicional das tuas opções musicais. :)

um beijo grande a esperar que estejas tão serena quanto ela

Rosa dos Ventos disse...

É difícil habituarmo-nos à casa silenciosa e vazia!

Abraço

M. disse...

Gostei muito. Bela partilha a tua.

jorge vicente disse...

uma semana de vida
uma vida de memórias

e um beijo
jorge

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Passei para pôr-me ao corrente das últimas novidades.

Deixo um beijinho.