quarta-feira, dezembro 01, 2010



18 comentários:

Maria disse...

Aconchegante.
Boa noite, Arábica.

via disse...

pequenas preciosidades do inverno.

Janaina Cruz disse...

Teu blog está cheio de fragmentos que contam grandes histórias, certa vez achei também um peixe morto na areia da praia e o fotografei, qual quer dia faço um poema que une vida e morte... rs
Amei seu santinho.

Justine disse...

Cors quentes ( do teu regresso, lento e sereno...)

MagyMay disse...

Dezembro é um mês fogo... até o frio queima...

Beijo, Cafezinha

augusto, um entre mil disse...

ah, como deve ser quente e confortável...

Mar Arável disse...

Só faltam os gestos

sem palavras

Teresa Durães disse...

parece mesmo uma pequena dose eheheh

jorge vicente disse...

enluzes-me :)

Laura Ferreira disse...

Parece-me muito bem!

Humana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Humana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Humana disse...

gosto muito desta foto, embora me seja difícil comentá-la. porque, neste ambiente supostamente aconchegante, sinto pairar uma espécie de ausência...

um grande abraço.

JPD disse...

Feliz Natal!

Bjs

Rosa dos Ventos disse...

Ainda bem que voltaste, Arábica!
Festa Felizes também para ti!
Agora não voltes a partir... :-))

Abraço

mfc disse...

Apetece.... gosto!

Rui Fernandes disse...

Está na hora, robusta Arábica, de nos despedirmos. Amanhã cá estaremos de novo, num dia como os outros, mas - pasme-se! - num ano novo. Vou procurar ver a magia da passagem nas miragens do fogo de artifício ao pé do Tejo. Não é grande coisa, mas é um pretexto para... sei lá! Gosto da música que me estás a dar e, por isso, desejo que ela te acompanhe todos os dias da próxima colecção. Beijinhos.

© Piedade Araújo Sol disse...

bom ano de 2011.

beij