domingo, outubro 18, 2009




Beber quente, em caso de outono inesperado.



Por dentro do dentro.




36 comentários:

Maria disse...

Arábica, Robusta, Novo Redondo - a mistura que eu comprava há muuuuiiiitos anos... o sabor, a textura e o aroma (não necessariamente por esta ordem).

Abraço

Justine disse...

Cheirou-me agora aqui a começo de manhã, a fim de noite, a conversa solta e amiga!
Beijo

Mar Arável disse...

Por ti

beberei um café

arábica

Bjs

JPD disse...

Em Setembro deste ano, estive em Marvão.
Havia tempo que lá não ia.
Decorria a 1ª Feira do Café associada ao programa «Café e Saúde»
Excelente.
Marvão continua lindíssimo.

Fred Skill disse...

Alguns dos benificios do café: (porque o café também têm substâncias saudáveis)


Contém vitamina B, lipidos, aminoácidos e uma grande variedade de minerais como o potássio e o cálcio.
Contém propriedades antioxidantes, combatendo os radicais livres, melhorando o desempenho na prática de desporto.
É um laxante e diurético suave.
O seu uso moderado (cerca de 3 a 4 chávenas por dia) exerce a prevenção de algumas doenças, como a parkinson, a depressão, a diabetes.
Também dizem que pode melhorar a memória e consequentemento o desempenho escolar.
Pesquisas modernas mostram que o consumo de café pode diminuir o risco de depressão e suicídio.

Incovenientes:
Está associado ao aumento do risco de doença cardiaca e dos niveis de colesterol (por ser muito rico em cafeína).
Pode provocar enxaquecas em pessoas sensiveis.
Dizem que um consumo exagerado pode aumentar o risco de osteoporose na mulher.

Unanimemente, o consumo moderado não é prejudicial ao organismo!

:-))

Duarte disse...

Só com o aroma já me embriago...
Tudo começou quando ia a caminho do Infante... no Monte dos Burgos pairava esse aroma inconfundível... por ali tostavam o Sical... o tal do gostinho especial... depois vieram muitos mais, mas os da voz dos ridículos deram-lhe asas... àquele café.

Beijinhos e aroma a café

casa de passe disse...

La haut les beaux toits de Lisbonne ici le merveilleux goût du café...


Lilianne

Laura disse...

E não é que me cheirou a café?...

MagyMay disse...

Arábica, o melhor café!
Arabica, onde está o café, servido em chávena sem asa, quentinho e sorvido em golinhos muito pequeninos, para durar uma eternidade?
...anarquicamente, por aí...

O Árabe disse...

E existe o café Arábica? Não o sabia. Blog também é cultura! :) Boa semana.

Rosa dos Ventos disse...

Apetece mesmo!
A tarde está a ficar para o frio!

Abraço

Spectrum disse...

Eu não existiria sem café.

Licínia Quitério disse...

Aquele cheirinho que inunda a casa e nos aquece, por dentro do dentro.

Fred Skill disse...

Quando o café me falta em todo o dia,
E, ansioso, quero bebe-lo, saciar-me,
Fica muitas vezes a musa a faltar-me,
Para em longos caminhos fazer poesia.

Invade-me um aroma como melodia
Arábica virtual, na mente a cantar-me
Uma ilusão de sentidos a beijar-me,
Com um suave calor em sintonia.

Numa chávena sem asa ou sequer dor,
Mil viagens são as que eu percorro…
São as tragédias que conheço melhor;

Quero o café… e então para lá corro.
Ficam breves as imagens do sabor,
Se antes de o beber, escrevo e morro!

em:http://poesiacrepusculonascente.blogspot.com/

Fred Skill disse...

CAFÉ COM SENTIDO

Um café, uma chávena, uma vida
Um golo de arábica ou robusta, é dia...
Um motivo, uma ilusão, uma poesia
É uma conquista, uma dádiva sentida.

Mais um golo, estou de partida.
Não me rala a tristeza, a dor ou o amor.
Saí cedo. Já longe, sinto o calor,
A alma tem o aroma, a guarida.

Levo um sorriso agora, uma atitude.
Como um beijo fixo em beleza
Num caminho feito sem olhar.

Um bom café é uma virtude:
O sentido que tem, é a riqueza...
Faz a alma ter para depois dar!

AnaMar (pseudónimo) disse...

Adoro o aroma.Feito em casa, "de cafeteira" com muuuiiitooo açucar :-(. Mas se bebo não durmo.

Convido-te para um chá. Quente. Sem açucar.

(Com uns sconnes?)

Bj

Alien8 disse...

Arabica,

Para já, falta-te o "´"... :)

Apresentado desta forma, o convite é irresistível. Portanto, não é em Creta, com o Minotauro, é aqui mesmo que vamos tomar em paz o nosso café.

Um beijo.

heretico disse...

odores que arrebatam. e por vezes transportam. "ao dentro do dentro..."

beijo

Barbara disse...

Outono/inverno:
Ao coar o café , coloque junto ao pó:
- canela
-chocolate
-nata (1 pouquinho apenas)
Quente, tudo quente!
E se quiser outros toques, coloque essência de amêndoa ou licor de cacau.
Bom outono .Bom café.

Fred Skill disse...

ESPRESSO LONG-NIGHTS
Ingredientes para 1 copo

2 gemas de ovo caseiras
30 g de açúcar
1 dl/100 ml de café espresso arábica
40 ml de café negro com açúcar
Junte um pouco de cardamomo
Bata as gemas de ovo e o açúcar até obter um creme leve

Preparação

Coloque uma tigela com a mistura de gemas de ovo numa panela com água a ferver e mexa sempre à medida que adiciona lentamente o espresso arábica
Continue a mexer até o preparado formar um creme firme
Coloque o café negro adocicado e temperado num copo e cubra com o espresso vaporizado

Lá para as 5 da manhã, pão quente com manteiga...

Arabica disse...

Entro e começo por distribuir abraços aos aqui presentes. :)
Tempo de café e de algum silêncio reflexivo e em algumas horas a ganhar contornos de sonho projectado na cadência demorada do amanhã, que tarda a realizar.
Ah se todos os nossos sonhos e projectos se realizassem à velocidade do nosso querer!
Mas na vida real e diária a velocidade de concretização é bem diferente.
Partimos com a ansiedade do amanhã e ao longo da caminhada percebemos que o nosso ritmo difere do outro, pelo qual temos que regular os nossos passos.

Resumindo, tempo de café e de alguma introspecção pacificamente vivida entre as quatro paredes que me abrigam. Fluxos e refluxos que todos nós conhecemos, embora cada um os viva em tempos diferentes.

E como o meu dedicado e inspirado amigo Fred até nos deixou a receita de um não menos inspirado café, para as longas noites, culminando com um pão quente (lá para as cinco da manhã), aqui fica a sugestão, não esquecendo os luxuosos ingredientes deixados pela Bárbara, para um verdadeiro Arábica.

Obrigada, amigos!

Acho que hoje, findo o espectáculo Três Cantos com o Zé Mário Branco, o Sérgio Godinho e o Fausto, vou mesmo pô-lo em prática! :))

Bom fim de semana para todos!

Beijos e abraços.

Sandra disse...

Correndo o risco de ser "olhada de esguelha" por tantos apreciadores de café, não há nada como uma chávena com cevada quentinha e uma tosta com manteiga....
:)

Fred Skill disse...

Sandra, não será fácil olhar de esguelha (boa foto):-))
Mas...
Um "nada" mais do que uma cevada quentinha, um cafésinho com um bom aroma...
No entanto, felizmente vivemos num mundo onde a "cevada" e o "café" podem viver em armonia...
:)
E, já agora:

CEVADA
Um grão antigo maravilhosamente nutritivo com um profundo sabor a noz, a cevada é uma prima do trigo que recebeu recentemente reconhecimento mundial. Produtos de cevada podem ser encontrados na sua loja local de produtos naturais durante todo o ano. È um primo distante do trigo e, embora possa ser usado em muitas das mesmas maneiras do trigo, como pão e massas, não causa sensibilidade em muitas pessoas que são intolerantes ao trigo. Para além da farinha de cevada, a cevada também se apresenta na sua forma de grão integral (muitas vezes referida como grão de cevada) que podem ser preparadas e saboreadas como o arroz.

A cevada é conhecida cientificamente como Triticum espelta.

E além disso entra na composição da cerveja... o que une mais as pessoas :) :) :)
(Desculpe a ousadia)

legivel disse...

... que os músicos de ontem, de hoje e de sempre te tenham retemperado a alma e "aquecido" o corpo... como qualquer bom café.

Beijos, sorrisos e óptimo fim de semana.

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

bom café , uma boa tarde com outono , e sobretudo , desenho ao fundo ! Um fundo de excelência , Arábica !
Um abraço
__________ JRMARTo

mfc disse...

Um vício que nos aquece por dentro...

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

E não esquecer um cálice de anis...

É a base do Tamiflu...

Beijinhosss

maré disse...

este aroma que me chega...

eu que sou tomada pelo aroma

- admirável imagem a que me vicia.

E estou de saída para um cafézinho, acreditas?

a ter como fundo um rio, tranquilo.

___ mais uma vez a tua música, é, é, é...

Um beijo

Licínia Quitério disse...

Vim ouvir a música. De novo.

Beijo.

Fred Skill disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fred Skill disse...

Por onde andas, Arábica?

Arabica disse...

Cheguei, Fred!! :)
Pois que tenho andado pela rua e quando não pela rua, tenho andado sem paradeiro! :))
Andamos meio desencontrados, Fred: tu acabado de regressar à net e eu decidida a não passar aqui tanto tempo, como no último ano.
Mas vou aparecendo e vou lendo e vou visitando. Fumo muito quando aqui estou. Não te acontece o mesmo? :(

A receita de café que nos ofereceste é excepcional.

Obrigada, mais uma vez!

E agora, por graça, vou fazer um post sobre o estado de espirito reinante nos últimos dias, com excepção dos momentos com os amigos, com a familia e a ler.
:))

Beijos meus

Fred Skill disse...

Arábica,
Eu não fumo!
:)

Vou continuar a passar tinta pelas palavras que andam por aí. E a "postar" (que arrepio!) também algumas coisas menos recentes, mas que até podiam ser.

Até já!...
(maldita TMN que se aproveitou...)

:)

Arabica disse...

Fred,

poderia parecer uma gaffe não me lembrar que não fumas, mas realmente era um detalhe de pouca importância :)
Pois, como te disse, quando aqui estou, fumo muito: os gestos sucedem-se, teclas, cigarro, café.
Janela aberta. O que no inverno é muito pouco apetecível... :))

Vai postando, amigo, sem arrepio ( a não ser que a janela esteja aberta), que eu vou pondo a leitura em dia.

Bom dia!!!

Fred Skill disse...

Pois é verdade, "detalhes sem a mínima importância".
Eu também estava a rir... e continuo ;)

Até já!
(bolas... outra vez a TMN)

M. disse...

Belíssima pintura.
E belíssima a expressão "Por dentro do dentro"!