sábado, abril 17, 2010

A bailarina de fumo.
[não sei o que os vossos olhos vêem.
eu vejo uma bailarina que não existe.
de fumo]





7 comentários:

Justine disse...

O que os fumadores inventam para justificarem o seu vício:))))))))
(então, já tens PC em casa...beijinhos de bom fim de semana)

arabica disse...

Lentamente a casa volta a ser a casa, na metamorfose de energias, de sons e compassos. Já não a vivia desde o ano passado.
Obrigada Justine, para ti também :)

luís filipe pereira disse...

lindo este epigrama, rapariga de fumo, paisagem evanescente, eólica, a subtileza do olhar que captura o volúvel, o gesto volátil.
grato pela partilha

filipe

~pi disse...

linda, aliás,

( coreo gra fia

di fumi nada







~

segurademim disse...

... esse baile está mesmo à espera de chocolate quente com sabor a laranja e scone

:)

maré disse...

e não é o que queremos ver
o alimento dos olhos?

beijos arábica

joão marinheiro disse...

dizias-me um dia; "tantos naufragos para tão pequeno mar"...
tens razão...
olho as fotos e a bomba azul no poço lembra-me a minha Ilha do Farol com toda a certeza...
beijo de natal, que é sempre que se queira.