quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Inventário de uma vida:
.
um punhado de vidros facetados à medida do fôlego para amar,
meia dúzia (não mais) de pedras,
polidas à boca do mar,
um suspiro de metal em flor
e pérolas a tatuar...
.
.
Etérea, sob a maciez da seda a brilhar,
a alma
de nós, que de nós somos,
a rezar.
.
.
E num corpo de seiva a dançar
breve,
tão breve,
a lua numa valsa passa
só para nos abraçar...
.
.

.

.

Música: The look of love, Diana Krall

67 comentários:

kris disse...

tão bonito....

mfc disse...

Li o teu poema com uma luz coada...
Ficou lindamente!

© Piedade Araújo Sol disse...

tão belo.

gostava de o ter escrito.

um beij

© Piedade Araújo Sol disse...

tão belo.

gostava de o ter escrito.

um beij

mariab disse...

lindo. deixo-te um abraço de lua.
beijos

f@ disse...

Com um abraço de lua todos os vidros são quase cristais...
a transparência do mar ousa a maciez das pérolas na seda...

Beijinhos das nuvens

innername disse...

belo poema. Quase uma valsa...
ja te vim ler pela tarde e postei coment mas não aceitava, continuava a dizer que a psaaword estava incorrecta.
Este poema ainda não estava postado. Apenas o desafio de dizerem mais de si mesmos e um pequenino poema a chorar o frio. Gostei de saber mais de ti (somos todos tão parecidos - ah as esplanadas e a praia, as leituras e a musica, etc)e pode ser que com a tua poesia, o inverno "amaine"
Inté

Rosa dos Ventos disse...

E eu a pensar:
O que é que eu ando a fazer por aqui,tão inútil, tão prosaica no sentido depreciativo do termo?!

Abraço

Maria disse...

tão bonito...
:))

Beijo

Duarte disse...

Belezas que a natureza dá para tatuar os encantos do que já belo por si.

Gostei muito do teu pronuncio.

Beijinhos

mdsol disse...

tão bonito!
:))

Justine disse...

Apenas as coisas importantes, as primordiais - só assim vale a pena fazer inventários (e sempre, sempre ao som de música desta)

isabel mendes ferreira disse...

bom dia Lua de V.



contigo até se passear os dias....:)


pois, do resto, só isto:


é irrespondível a resposta ao nada!


o resto são pós de coisa nenhuma.


beijo.

ze disse...

Muito bonito, Arábica.

Arabica disse...

Obrigada Kris:)

Arabica disse...

Mfc

muito...muito coada?

Tão coada que eu quase desapareci?:)


Um beijo agradecido :)

Arabica disse...

Sol

um dia, daqui a muitos anos escreverás outro e quem me dera ter a sorte de te poder ler para pensar: gostava de o ter escrito :)


Um beijo de sol.

Arabica disse...

Mariab


um abraço de lua é sempre bem vindo :)

obrigada e outro para ti :)

Arabica disse...

F@

os vidros serão sempre cristais enquanto possuídos pela luz da lua e do amor :)

Com um abraço de lua e de nuvem de cor :)

Arabica disse...

Inner


obrigada. Sim, também tive dificuldade em entrar por aqui. Coisas de blogger.

Há imensos factores comuns nas pessoas é um facto.

São eles que na maior parte das vezes nos levam à partilha, àquela ponte de compreensão e respeito, que nos leva a atravessar aquele espaço muito nosso e muto próprio de "solidão" para o de "estar com" na recolha de momentos gratificantes...

Quem não gosta de estar numa esplanada à beira mar serenamente com um livro ou com um amigo? :)


Este ano, noto muito o frio deste Inverno rigoroso. Às vezes dou comigo a olhar para a janela à procura dos flocos de neve.

Mas não, em Lisboa não neva :)) e eu é que devo andar com o termostato avariado :)

Beijos

Teresa Durães disse...

quando a lua intervem ao nosso encontro, é o aproximar dos deuses que nos acompanham

Arabica disse...

Rosa

pois não sabes que é tão breve que deveremos colher todos os luares e todas as valsas e todos os momentos e todos os gatos e todos os livros e todas as flores e todos os sóis e tudo, tudo quanto nos faz ter vontade de viver? :)


Sabes sim :)

Beijinhos, Rosa.

Arabica disse...

Maria :) obrigada e um beijo

Arabica disse...

Duarte,

derivações das inspirações que nos levaram a comprar uns colares para um dia especial na vida de qualquer mãe...

Talvez através dos vidros ( de cristal enquanto amor) mais translúcidos se consiga ver, a olho nu, o cordão umbilical que tudo une na mesma mão:))

Beijinhos e obrigada :)

Arabica disse...

mdsol :))


obrigada. Um beijo.

Arabica disse...

Justine

o Amor primordial, raiz do outro que nos ilumina a face e o olhar :)


Sempre esta musica:)

Arabica disse...

Isabel


Lua de chuva e de mar.

Lua grávida de amor e de cristais, no regaço.


O resto é pó...que o vento leva.


Um beijo

Arabica disse...

Muito obrigada, Zé.


:)

Arabica disse...

Teresa


para este encontro, todos os deuses estão convocados por mim:)


Mesmo sem dança do sol,no altar sagrado do mar...


:))





Beijos.

Rui disse...

Fácil, a gestão de stocks.

pin gente disse...

um abraço de lua deve ser saboroso


deixo um beijo, para não concorrer com fortes abraços

Miguel Barroso disse...

luminosamente bonito. sorvi.


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

alecerosana disse...

muito bonito (e a música também:))

abraço

Arabica disse...

Rui Link


:)


Eu sou uma perdulária :)

Não fiz qualquer cursinho para a gestão avarenta de afectos :)))



Beijos e ainda bem que cá estás hoje :)

Arabica disse...

Luisa


é mágico :)


Para beijos e abraços há sempre lugar para mais um :)

Ora toma lá dois beijinhos :)

Arabica disse...

Miguel

fico feliz pelas tuas palavras :)


Beijos de luz para ti

Arabica disse...

Alece

obrigada, amiga.


A música? :) lembra-me uma certa noite de verão nos jardins do Palácio de Oeiras...

:)


Só as cadeiras eram indigestas :)

Beijinhos meus para ti e...

Gasolina disse...

Colares palpáveis.

Luas interiores.

Mensagens que viajam por dentro de ti, no teu sangue, sem inventários (d)escritos.

Beijos

Duarte disse...

Nas pequenas coisas, nos gestos mais efémeros, se entrega uma vida.
Gostei, meditei, senti...
Obrigado, pela dedicação.

Beijos

Mar Arável disse...

Pérolas tatuadas

com registo no meu mar

bjs

Alien8 disse...

E eu também te abraço, Arabica, que tão bem inventa(ria)s :)

Este poema é uma pérola. Super...

:)))

Val Du disse...

a lua numa valsa passa
só para nos abraçar...

lindo!

adoro a lua.

Beijos.

Lizzie disse...

E para que o retrato fique completo, talvez chovam pérolas, talvez os golfinhos valsem num oceano sereno que parecerá de seda no momento em que uma gaivota abandonará, formalmente e em hora marcada o ninho.

Ficarás retratada de braços abertos, sempre abertos.

beso

maré disse...

breve

tão breve

como inventários de luas

ou punhados de mar

em a braços de mar.

_______
é lindo!

beijos

Vivian disse...

...existe coisa melhor
que dançar à luz da lua?

bjus, linda!

amo esta música.

alice disse...

também eu passo para te abraçar :) e que bom ler um poema teu, amiga! beijinho grande.

heretico disse...

belo como uma valsa de luar. em noite de Lua Cheia...

beijos

Alien8 disse...

E cá volto para te desejar, em nome de ambos, um óptimo fim de semana.

Beijos.

~pi disse...

como sopro ( leve

breve

la

ranja :)




beijo





~

prof disse...

sou agnóstica mas, aqui, ajoelho e rezo.
guardo silêncio. Calo a Diana - não que não goste dela - para melhor escutar o texto. Releio.
Saio com o colar bordado nos olhos.
Um beijo

dona tela disse...

Andamos para aqui a fazer catarses, é o que é.

dona tela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arabica disse...

Gás,

tudo isso.

:)

é bom saber-me lida :)

Arabica disse...

Duarte, eu é que agradeço.


Um beijo

Arabica disse...

Mar,

muito obrigada.


Pérolas tatuadas em sorriso para ti.

Arabica disse...

Alien,


gosto de me ir inventa(ria)ndo:)

Gostei dessa :)

Obrigada pelo vosso abraço sempre presente e sempre recíproco.


Tão importante ao longo dos nós, das cantarias das pedras e das tatuagens das pérolas :)

Arabica disse...

Val :)


a lua é a grande confidente dos românticos, manto eterno dos poetas e dos amantes.


Quem não gosta amiga? :)


Um beijo

Arabica disse...

Lizzie



braços abertos que se estendem em abraço, para ti, na passagem deste tempo, em direcções e latitudes diferentes :)


Agigante-te nina, sempre presente :)

Arabica disse...

maré,

fico feliz por teres gostado :)

obrigada.

Beijo

Arabica disse...

Vivian


mais uma coisa que temos em comum :)


Beijo, bom domingo!

Arabica disse...

Alice

eu não sou poetiza, apenas sinto a vida por dentro.

Abraço feliz a reribuir o teu :)

Arabica disse...

Herético,


assim o senti.


um beijo.

Arabica disse...

~Pi

um aqui e outro ali.


beijo

Arabica disse...

Prof.,


De que cor serão as pedras da empatia? :)

obrigada.

Ainda emocionada, hoje contenho-me nas palavras...

Arabica disse...

Telinha


catarses, balanços de vida e preparação para fecho de contas :)

Beijinho com malaguetas :)

M. disse...

e o que há em cada pedra?
uma reza e uma história.

Silencioso beijo de domingo, como mandas [sem outras palavras]

Arabica disse...

M.,

Em cada história se encerra uma reza?

Beijinho para ti também.